cinema

É possível uma explicação para o surgimento da Shindo Renmei?

150 150 Iochihiko Kaneoya

A Shindo Renmei foi organização patriótica que surgiu no estado de São Paulo, na década de 40 entre imigrantes japoneses, cujo objetivo era uni-los e cultuar o espírito japonês. Acabou…

read more

Nipocultura na Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis

150 150 Paula Hidemi Kaneoya

Foto retirada do site da Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis No sábado, dia 09 de julho, o Nipocultura participou da 10a. Mostra de Cinema Infantil de Florianópolis oferecendo a…

read more

Madadayo – Akira Kurosawa

150 150 Iochihiko Kaneoya

MADADAYO Diretor: Akira Kurosawa – 1993 Filme lírico, poético, de casto humor, porém, rico e denso ao mostrar valores do relacionamento professor-aluno, bastante acentuados na cultura japonesa. É a história…

read more

A Balada de Narayama

150 150 Iochihiko Kaneoya

Filme ganhador da Palma de Ouro em Cannes em 1983, foi considerado o melhor filme do ano.

read more

Hiroshima mon amour

150 150 Bruno Kaneoya

Todo o filme pode ser reduzido no princípio, na força do haicai imagético escrito por Resnais na tela: o amor flui sob as cinzas imune às vicissitudes do tempo, movimenta-se, encontra-se, dá-se, existe. Vivo, logo amo.

read more

Sonhos | Akira Kurosawa

150 150 Iochihiko Kaneoya

“Sonhos” são 8 episódios em que sempre começam com os dizeres em japonês :”watashi wa konna yume wo mita” (eu vi um sonho assim), que mostra um Kurosawa questionando as grandes preocupações da psique humana que nos atormentam: a morte, a culpa, a vida humana posta em perigo por usinas atômicas, a preservação da natureza, o papel das artes na nossa vida, os ditames impostos pela sociedade de consumo.

read more

NIPOCULTURA CINEMA | Dolls

150 150 Rafael

Dolls mostra algumas histórias sobre amores infinitos e eternos.

read more

NIPOCULTURA CINEMA | Rapsódia em agosto

150 150 Rafael

Uma história simples, contada de forma inteligente, sensível e intimista. Assim é Rapsódia em Agosto, penúltimo filme do mestre Akira Kurosawa, um dos mais importantes cineastas japoneses. A obra remete ao trauma causado pelo ataque nuclear norte-americano à cidade de Nagasaki, em agosto de 1945.

read more