Gyaru [ギャル], a tribo da moda

Gyaru [ギャル], a tribo da moda

150 150 Bruno Kaneoya

http://www.japanlinked.com/Japanese-Culture/Gyaru-Gal-Styles.html

A moda jovem japonesa é um dos aspectos mais interessantes do Japão de hoje. São as diversas tribos circulando pelas ruas. Entre elas estão as Gyarus, conhecidas pela pele extremamente bronzeada e o visual bastante chamativo.







Geralmente as garotas desta tribo, cujo nome surgiu na década de 70 em homenagem a extinta marca de jeans Gal, desfilam pelas ruas em saltos plataforma, mini-saias, muita maquiagem e cabelo tingido. Tudo isso é motivado pela insatisfação com as rígidas regras da sociedade japonesa.

Em contrapartida, essas garotas, com idades entre 17 e 19 anos, não são vistas com bons olhos pela sociedade. Sem maiores preocupações com carreira e casamento, são consideradas promíscuas, gananciosas, estúpidas e drogadas.

Gyarus são, geralmente, garotas inseguras que buscam a sua identidade na moda. Donas de um estilo de vida caríssimo – gastam em torno de R$ 1.500,00 por mês em roupas, sapatos e acessórios – são consideradas as principais praticantes do enjo-kosai (encontros com homens mais velhos em troca de presentes e dinheiro).

Em menor número, a versão masculina dessa tribo marca presença de maneira similar e são chamados de gyaruo.

Fontes:
http://www.atimes.com/atimes/japan/je10dh01.html
http://www.wired.com/wired/archive/15.05/st_primpin.html
http://en.wikipedia.org/wiki/Gyaru-moji
http://www.tsujiru.net/compass/compass_1999/reg/group_2.htm
http://www.japanlinked.com/Japanese-Culture/Gyaru-Gal-Styles.html
http://en.wikipedia.org/wiki/Gyaru
http://giacomobutte.wordpress.com/2007/12/07/yamamba-and-gyaru/

Bruno Kaneoya

Bruno Kaneoya, designer e sansei (neto de japoneses). "Como designer, é imprescindível compreender a maneira como a sociedade funciona, se comporta e se transforma, por isso escrevo sobre este assunto no NIPOCULTURA."

All stories by : Bruno Kaneoya
1 comentário
  • Acho bem ter pessoas assim, eu propria sou diferente mas pra outro estilo.Ate gosto da maneira de vestir,á k ser diferente,este mundo já é uma uma fotocopia de si proprio.
    Bem só o resto de serem apeliadas de interesseiras…será que é verdade?!

Leave a Reply