jun 05 2008

Kinpaku [金箔] | Flocos de ouro na gastronomia

http://www.flickr.com/photos/seanyeh/2080448853/

Kinpaku [金箔] são flocos de ouro, utilizados na decoração de diversas obras de arte, artesanatos, móveis e até na gastronomia. Estes flocos de ouro embelezam os saquês, wagashi (doces tradicionais japoneses), chás, sushis, sashimis e recentemente os cafés.

Os registros mais antigos sobre o uso do ouro em alimentos são de 5 mil anos em Alexandria no Egito. Os egípcios ingeriam o ouro para purificar a mente, corpo e espírito. Eles acreditavam ser um material místico que representava a perfeição da matéria e proporcionava o rejuvenescimento e até a cura de várias doenças.

Na China, as propriedades reconstituintes do ouro ainda são reconhecidas. Camponeses cozinham o arroz colocando na panela uma moeda de ouro, a fim de ajudar a reabastecer o ouro em seus corpos. Os seus ancestrais também acreditavam que o consumo de ouro fazia bem à saúde e enriquecia o espírito.

O início da produção de kinpaku no Japão se deu através de Toshiie Maeda, o primeiro senhor do clã Kaga. Ele ordenou que o povo de sua província nativa Ishikawa, produzisse kinpaku (folhas de ouro) e ginpaku (folhas de prata) para a sua expedição à Coréia, liderada por Toyotomi Hideyoshi em 1593. A cidade de Kanazawa, província de Ishikawa, é, portanto, muito famosa pela fabricação de kinpaku, representando cerca de 98% da produção do país.

O kinpaku é um ingrediente nobre que começou a ser introduzido na gastronomia moderna pelos japoneses como forma de decorar os pratos, tornando-os mais sofisticados. O uso vai desde pratos salgados até nas bebidas alcóolicas. Apesar de metal, não há risco nenhum para o consumo, pois o ouro usado na alimentação não é absorvido pelo corpo humano; não possuindo propriedade nutricional, é eliminado normalmente do organismo sem deixar vestígios.

http://www.flickr.com/photos/luchiong/2405592423/

(Bolo decorado com kinpaku)

http://www.flickr.com/photos/cureless_nz/2197365886/

(Saquê com flocos de ouro)

Fontes:
http://www.k-katani.com/kinpaku/k_rekishi.html
http://www7a.biglobe.ne.jp/~s39/kinpaku-syokuyou.html
http://www.kinpaku.jp/rekishi.html
http://www.ff.up.pt/toxicologia/monografias/ano0607/ouro/html/Index.html
http://www.kougei.or.jp/crafts/1503/d1503-5.html
http://shofu.pref.ishikawa.jp/shofu/kougei1_e/haku_e/main.html


Use as estrelas abaixo para dar uma nota a este artigo:
1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas


Imprima uma versão mais simples deste artigo.
Gostou? Recomende este artigo por email. Gostou? Recomende este artigo por email.

2 comentários

jet horizontal

jun 03 2008

Teru Teru Bozu [てるてる坊主] | Boneco do Bom Tempo

http://www.flickr.com/photos/sebastianchen/1160431859/

Teru teru bozu [てるてる坊主] é um boneco feito de papel ou pano branco, o qual acredita -se ter o poder mágico de afastar a chuva e trazer um dia ensolarado. Em japonês, “teru” significa sol e “bozu“, monge budista. Assim, traduzido ao pé da letra tem-se “Monge do Bom Tempo”.

A tradição do teru teru bozu é oriunda da China. Conta uma lenda que existiu uma menina/deusa chamada So-Chin-Nyan [掃晴嬢 | サオチンニャン] que com as suas vassouras, varria as nuvens do céu, presenteando o povo com belos dias ensolarados. Os chineses então, passaram a fazer bonecas com papel branco, roupas vermelhas e pequenas vassouras de palha para pendurá-las na janela, desejando um céu mais limpo.

Embora o boneco tenha chegado ao Japão na Era Heian, o teru teru bozu se popularizou durante a Era Edo e ganhou uma versão mais simplificada. A figura da menina foi substituída por uma bolinha coberta por tecido ou pedaço de papel.

As crianças japonesas costumam pendurar o boneco na janela no dia anterior à excursões, gincanas escolares ou qualquer dia chuvoso. Pedem para que o sol volte a brilhar e cantam:

Teru-teru-bozu, teru bozu
Ashita tenki ni shite o-kure
Itsuka no yume no sora no yo ni
Haretara kin no suzu ageyo

Teru-teru-bozu, teru bozu
Ashita tenki ni shite o-kure
Watashi no negai wo kiita nara
Amai o-sake wo tanto nomasho

Teru-teru-bozu, teru bozu
Ashita tenki ni shite o-kure
Sore de mo kumotte naitetara
Sonata no kubi wo chon to kiru zo

De uma forma resumida, a canção diz o seguinte:

Teru teru bozu, se você fizer um dia ensolarado, eu te dou um sino dourado e beberemos saquê. Mas se estiver nublado e chover, arranco a sua cabeça”.

Quando o desejo era o oposto, os teru teru bozu pendurados eram negros ou de cabeça para baixo, simbolizando o desejo de dias chuvosos.

Fontes:
http://www.so-net.ne.jp/weather/baiu/info3.html
http://detail.chiebukuro.yahoo.co.jp/qa/question_detail/q1111728291
http://www.mypress.jp/v2_writers/vierge/story/?story_id=1083228
http://www.japan-guide.com/forum/quereadisplay.html?0+25883


Use as estrelas abaixo para dar uma nota a este artigo:
1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas


Imprima uma versão mais simples deste artigo.
Gostou? Recomende este artigo por email. Gostou? Recomende este artigo por email.

8 comentários

jet horizontal

Pages: 1 2 3 4 5 Next

Pages: 1 2 3 4 5 Next