nov 28 2011

Ser ou não ser japonês?

PINHEIRO, Elisa Massae Sasaki. Ser ou não ser japonês? : a construção da identidade dos brasileiros descendentes de japoneses no contexto das migrações internacionais do Japão contemporâneo. 2009. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) – Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais, UNICAMP, Campinas, 2009. Disponível em: <http://cutter.unicamp.br/document/?code=000442741>. Acesso em: 27 nov. 2011.

 

RESUMO

Desde meados da década de 1980, brasileiros descendentes de japoneses têm ido para o Japão como trabalhadores migrantes. Esses migrantes tanto demonstram um histórico de práticas com estadas temporárias consecutivas, como experiências de fixação permanente. Para considerar a questão da construção de identidade dos brasileiros de origem japonesa no Japão, observamos um período longo de tempo – não apenas ao longo do século XX, mas desde o início da era Meiji (1868), quando o país experimentou um acelerado processo de modernização e ocidentalização. Essa observação histórica de longa duração teve dois objetivos principais: 1) analisar como as noções de “nacional” e “estrangeiro” vieram sendo tratadas pelos formuladores de políticas do Estado japonês – especialmente considerando um país que foi colonizador e imperialista na Ásia Oriental, até o fim da Segunda Guerra Mundial -; e 2) sopesar em que medida isso interfere ou influencia a construção de identidade dos brasileiros no Japão no início do terceiro milênio. 

Palavras-chave: Migração. Brasileiros – Japão. Nipo-brasileiros – Japão. Identidade.

 

Trabalho na íntegraSer ou não ser japonês?


Use as estrelas abaixo para dar uma nota a este artigo:
1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas (Este artigo ainda não foi avaliado)


Imprima uma versão mais simples deste artigo.
Gostou? Recomende este artigo por email. Gostou? Recomende este artigo por email.

1 comentário

jet horizontal

mai 09 2011

Arquitetura minimalista japonesa

Esta casa fica em Shiga, no Japão e foi projetada por FORM/Kouichi Kimura Arquitetos.

Chamada de Casa da Reticência, ela é composta por blocos criando pátios triangulares pelo terreno.

O corredor central no térreo leva ao quarto principal, quarto das crianças, “washitsu” ou cômodo  no estilo japonês, enquanto que a sala de estar, cozinha e a sala de jantar no andar superior se abrem para a varanda.

O texto abaixo é do próprio arquiteto Kouichi Kimura:


Casa da Reticência

Esta casa foi construída em terreno triangular com largura de 18 metros.

O cliente pediu que se fizesse uma casa que usasse da melhor forma possível esse terreno característico para criar uma residência, tanto com privacidade quanto com a sensação de um espaço aberto.

A construção foi feita de forma escalonada, ao longo do terreno, junto com uma grande parede.

Como uma das características externas da casa feita com o bom uso da largura do terreno, criou-se uma fachada orientada para a paisagem que permite a linha de visão das pessoas na direção horizontal.

O desenho do espaço interior também tira vantagem do terreno triangular. No térreo a entrada fica bem no centro e em ambos os lados, no final do terreno, existem jardins que são separados pelo cômodo no estilo japonês.

House of Reticence by FORMKouichi Kimura Architects

Como a linha de visão foi projetada para ser a maior possível, o espaço interno é visualmente expandido dando a impressão de espaço mais aberto.

No andar superior a sala de estar e a varanda estão localizadas em ambas as extremidades. O forro da sala foi projetado mais alto do que o dos outros cômodos, dando a impressão de espaço ainda maior.

As aberturas na sala de estar, como a parede de vidro da varanda, onde há um banco logo abaixo, são elementos que produzem a sensação de abertura visual.

Ao mesmo tempo que as aberturas dão a sensação de amplitude, a casa ainda se mantém fechada ao longo do perímetro, favorecendo a privacidade.

Arquitetos: FORM/Kouichi Kimura Architects
Local: Shiga, Japão
Ano de construção: 2010
Área total: 164,29 m2
Área construída: 135,59 m2
Fotos: Takumi Ota

Referência:

HOUSE of reticence by FORM/Kouichi Kimura Architects. Dezeen Magazine, [S.l.], 27 set. 2010. Disponível em: <http://www.dezeen.com/2010/09/27/house-of-reticence-by-formkouichi-kimura-architects/>. Acesso em: 07 maio 2011.


Use as estrelas abaixo para dar uma nota a este artigo:
1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas (Este artigo ainda não foi avaliado)


Imprima uma versão mais simples deste artigo.
Gostou? Recomende este artigo por email. Gostou? Recomende este artigo por email.

Por enquanto, nenhum comentário. Comente.

jet horizontal

Pages: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 Next

Pages: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 Next