AYUMI HAMASAKI (浜崎あゆみ)

AYUMI HAMASAKI (浜崎あゆみ)

150 150 Mari Kamia

Ayumi Hamasaki é uma das cantoras mais populares e influentes do Japão. Nasceu em 2 de outubro de 1979 em Fukuoka, mas se mudou para Tóquio para ir atrás de sua carreira na indústria do entretenimento. Iniciou sua carreira em 1998 com seu primeiro single “poker face” e até agora possui nove álbuns completos gravados em estúdio, um mini-álbum, duas coletâneas, quarenta e um singles. Ayumi é a primeira artista japonesa a ter oito álbuns no topo das paradas e é a com mais singles lançados na história do Japão (com 30 singles que ficou em primeiro lugar nas paradas e 39 no top 10).

Em sua infância Ayumi morava com a mãe mas foi criada pela sua avó e foi abandonada pelo pai quando tinha 5 anos de idade, e nunca mais o viu desde então. Ela sempre trabalhou para ajudar a família.
Em sua juventude começou a carreira como modelo trabalhando em um estabelecimento de Food Bank e cursou o colegial ao mesmo tempo. Não tinha bom relacionamento na escola por pintar os cabelos e usar saias curtas (costumes extremamente não-convencionais no Japão na época), mas sempre teve facilidade nos estudos, que eventualmente abandonava para procurar oportunidades que tivesse relação com a carreira que queria. Nessa mesma época sua mãe teve que se mudar para Tóquio para um novo emprego e Ayumi foi viver com ela para procurar novas oportunidades.







Sua carreira como modelo não estava progredindo. Dizia o presidente de sua primeira agência que Ayumi não se sairia bem como modelo devido a sua estatura baixa e seus traços faciais incomuns. Mas ela dizia que precisava do emprego para sobreviver. Chegou a atuar em j-dramas (novela japonesa) de baixa produção como Meiseinen e filmes como Like Grains of Sand, mas não obteve sucesso.

Até que em 1995 deu seu primeiro passo no mundo da música, lançando um mini-álbum em parceria com Dohzi-T e Dj Bass Nothing from Nothing pela Nippon Columbia. Mas como não houve promoção nenhuma para o álbum, provavelmente o projeto foi cancelado, pois não houve quase nenhuma informação em relação a isso.

Ayu, como seus fãs a chamam, conheceu seu futuro produtor em um Karaokê, conseguindo contrato com a companhia Avex Trax. Em sua primeira proposta queria Ayumi como cantora, mas como ela se sentia insegura quanto a isso, na época recusou. Depois de um certo tempo a Avex retomou a proposta e ela aceitou. Começou a ir a aulas de canto e treinamento vocal, mas começou a faltar nas aulas pois eram muito rígidas. Então seu produtor, Max Matsuura a enviou para Nova York para experimentar uma atmosfera mais relaxante e receber um treinamento mais focalizado.

Em 1998 lançou seu single de estréia “poker face”, onde estreou em 22º lugar e vendeu 43 mil cópias, ganhando mais e mais fama desde então.

Em 1999 conseguiu um primeiro lugar pela primeira vez com seu álbum de estréia “A song for XX”, posição que ocupou por cinco semanas. Em novembro do mesmo ano ela lançou seu segundo álbum “Loveppears” a menos de um ano do lançamento do primeiro álbum, e foi um inesperado sucesso vendendo mais de dois milhões de cópias. A capa do álbum gerou muita polêmica, pois mostrava Ayumi sem blusa e com apenas seus cabelos cobrindo os seios.

Em 2000 Ayumi Hamasaki se tornou porta-voz da cosméticos Kosé, pois quando ela apareceu nos comerciais de batons da companhia, um recorde de 500 mil batons vendidos foi quebrado em apenas dois dias, e ainda usou sua música como fundo para o comercial. Tornou-se também  porta-voz da Tu-Ka, promovendo seus telefones celulares.

Em dezembro de 2001 fez um dueto com Keiko (globe) onde foi lançado um single do projeto sem fins lucrativos song+nation, que levantou fundos para as vítimas do atentado terrorista de 11 de setembro.

Em 2002 Voyage foi lançado junto com um videoclipe de curta duração, chamado Tsuki ni Shizumu (ou Sinking into the Moon) protagonizado por Ayumi. Foi seu primeiro trabalho de atuação em muitos anos.

Em julho de 2004 aconteceu um desentendimento na gravadora, uma briga entre Matsuura e Yoda, um executivo da gravadora, lançando boatos que Ayumi Hamasaki e outros artistas populares da Avex como Every Little Thing, Hitomi e Do As Infinity poderiam sair da gravadora. Com isso os preços dos produtos da Avex caíram. Então quando Ayumi se aliou a Matsuura, Yoda acabou se demitindo e o problema na companhia terminou. Por causa disso Ayu anunciou que não participaria mais de grandes eventos de premiações musicais, recusando o direito de concorrer a esses prêmios, mas dando oportunidades aos novos artistas.

Secret (2006) é o álbum mais bem sucedido de sua carreira em vendas internacionais, sendo o número um no Japão, Taiwan, Singapura, China e Hong Kong.

De março a junho de 2007 Ayumi saiu em sua turnê asiática, Tour of secret, não apenas no Japão mas também em Taiwan, Xangai e Hong Kong. Foi a primeira vez que Ayu fez apresentações dessa proporção fora do Japão. Como resultado, os ingressos do show em Taiwan acabaram em apenas duas horas, em Hong Kong em três horas, e seis em Xangai. Em Hong Kong muitos artistas consagrados compareceram ao show, entre eles Andy Lau, Joey Yung, Eason Chan, Jill Vidal, Jacky Cheung, Niki Chow e muitos produtores e coreógrafos.

Fontes:
http://pt.wikipedia.org/wiki/Ayumi_Hamasaki
http://www.ayubrasil.com/?sub=paginas/ayu/biografia&secao=ayu_biografia

Mari Kamia

Meu nome completo é Carla Mari Kamia, sou formada em Educação Física e atualmente trabalho como professora de natação e hidroginástica em uma academia aqui em Florianópolis. Sou sansei (terceira geração de descendência japonesa) e convivo com a arte da música desde meus 6 anos de idade, quando participei do meu primeiro campeonato de Karaokê na Zona Norte de São Paulo. A partir desse dia, não parei mais de cantar em campeonatos e conviver com a música. Participava de campeonatos de São Paulo em pequenas associações, campeonato Paulista e Brasileiro até os meus 21 anos e, atualmente, só por lazer. Adoro música e principalmente músicas japonesas, e aprecio de tudo um pouco!

All stories by : Mari Kamia

Leave a Reply