Kabuki | 歌舞伎

Kabuki | 歌舞伎

150 150 Paula Kaneoya

Kabuki (歌舞伎) é uma forma de teatro japonês, caracterizado pela estilização do drama e elaborada maquiagem usada por seus atores.







O nome Kabuki reúne três kanjis: 歌 (ka) de canto, 舞 (bu) de dança e 伎 (ki) de habilidade.

O teatro kabuki é teatro de vanguarda ou ainda, bizarro, apesar de ter sofrido forte influência do Noh  –  teatro japonês de aristocratas.  Esta denominação e adaptação semântica  teve origem no verbo kabuku, que significa “ser  fora do comum”.

No início,  no período Edo (1603-1868), o kabuki era interpretado somente por mulheres, no entanto, no xogunato Tokugawa, as mesmas foram proibidas de se apresentar, pois sua natureza sensual, acrescido ao fato de serem prostitutas, tornavam a audiência masculina incontrolável. O xogunato estabeleceu que somente homens de uma certa idade poderiam interpretar o kabuki, pois, antes dessa resolução, jovens atores haviam se envolvido com prostituição. As peças kabuki atualmente são representadas tanto por homens quanto por mulheres; retratam  pessoas comuns, eventos históricos, conflitos morais, relacionamentos e a vida aristocrata. Atividade artística de forte tradição familiar, ainda hoje sucedem-se nos palcos atores de várias gerações da mesma família, mantendo-se viva há longo tempo essa cultura.

A tradição manteve-se também na fala dos atores que utilizam linguagem hoje não mais falada, o que dificulta a compreensão até mesmo para alguns japoneses. As vozes monótonas dos atores são acompanhadas por tradicionais instrumentos japoneses.

O kabuki é apresentado num palco rotativo, equipado com vários dispositivos, como alçapões que permitem o aparecimento e desaparecimento dos atores. Também faz parte do palco do kabuki uma passarela que conduz os atores à plateia, chamado de hanamichi.

A maquiagem estilizada do kabuki ressalta  olhos, cílios e boca. Cada cor tem uma simbologia, representando um sentimento da personagem. O branco é utilizado para mulheres e jovens apaixonadas; o vermelho retrata a ira e a cólera; o cinza,  a melancolia; o azul e o preto, os vilões e o verde, os espíritos diabólicos e visitantes de outro mundo.

A vestimenta ajuda a caracterizar o ator kabuki, sendo tudo exagerado, causando forte impacto visual. Não obstante, a mímica possui força de expressão, os movimentos são feitos com perfeição sugestiva, resultando em uma pose dinâmica de força e beleza equilibradas.

Referências

Cultura japonesa

Japan Guide

Japan Zone

Kabuki Butai

Wikipédia: Kabuki

Paula Kaneoya

Bibliotecária apaixonada por disseminar informação e compartilhar conhecimentos.

All stories by : Paula Kaneoya
1 comentário
  • Engraçado o kabuki ter sido proibido no shogunato Tokugawa já que após esse período, quando o Pais irá gozar de clima de Paz, os nobres e shoguns, sem terem o que fazer passavam seu tempo brincando de jogos erótico rodeados por cortesãs.

Leave a Reply