Obon [お盆]

150 150 Bruno Kaneoya

http://www.date2.jp/img/hotspot/01kakougo1_image_big.jpg

Obon [お盆] é a ocasião em que os japoneses prestam homenagens aos antepassados. Tão importante quanto o ano novo, esta comemoração budista originária do século VII, começa no dia 15 de julho em algumas regiões como Tokyo, Yokohama e Tohoku, e em15 de agosto em Kanto, Chugoku, Shikoku e Kyushu. Esta disparidade na data de início do obon, dá-se devido a mudança do calendário referência para o Japão na Era Meiji, do lunar para o solar.







Acredita-se que nesses 3 dias os espíritos voltam às suas casas, por isso é costume limpar as casas e oferecer uma grande variedade de frutas e legumes aos ancestrais, colocando-os em frente aos butsudans (oratórios budistas). Além das comidas, flores e chouchin (lanternas de papel) completam os enfeites característicos dos altares. As fachadas das casas japonesas ganham lanternas chamadas mukaebon, para indicar o caminho dos espíritos, e os familiares visitam os antepassados nos cemitérios.

Mas as comemorações vão além dos enfeites e orações, as principais atrações do obon, são o festival da dança do bon odori e o tooro nagashi:

  • Bon Odori [盆踊り]: é uma dança de boas vindas e de agradecimento aos antepassados.
  • Tooro Nagashi [灯籠流し]: cerimônia na qual chouchins (lanternas de papel) são lançados em rios com o objetivo de guiar os espíritos de volta ao outro mundo.

Obon é a abreviação de Urabon [于蘭盆會], a tradução japonesa literal da palavra sânscrita (idioma antigo indiano) Ullambama, um Sutra  Mahayana escrito por Sakyamuni Buda que conta a história de seu discípulo, Mokuren Sonja. O monge era dotado de poderes especiais e usou-os para saber o destino de sua mãe que acabara de falecer. Ele descobriu que, infelizmente, ela caíra no caminho dos fantasmas famintos. Mokuren solicitou ajuda ao seu mestre e Sakyamuni o instruiu a fazer oferendas a todos os monges que haviam completado o retiro de verão. Ao seguir as instruções de seu professor, Mokuren salvou sua mãe e ela se tornou um buda.

Referências:
http://gojapan.about.com/cs/japanesefestivals/a/obonfestival.htm
http://www.japan-guide.com/e/e2286.html
http://raider.muc.edu/re/WorldReligions/What%20is%20Obon.htm
http://en.wikipedia.org/wiki/Bon_Festival
http://en.wikipedia.org/wiki/Toro_Nagashi

Bruno Kaneoya

Bruno Kaneoya, designer e sansei (neto de japoneses). "Como designer, é imprescindível compreender a maneira como a sociedade funciona, se comporta e se transforma, por isso escrevo sobre este assunto no NIPOCULTURA."

All stories by : Bruno Kaneoya

Leave a Reply