Residência em forma de concha de Kotaro Ide

Residência em forma de concha de Kotaro Ide

150 150 Thiago Hiroshi Arasaki

Novas abordagens de projetos arquitetônicos são sempre interessantes, não importando quando elas são apresentadas pela primeira vez. Um desses projetos é a casa “concha” idealizada pelo arquiteto japonês Kotaro Ide da ARTechnic. O projeto, concluído em 2008, tem uma estrutura escultural com o formato de uma concha que foi construída na floresta de Karuizawa, localizada em Nagano, no Japão.







Essa estrutura de dois andares se faz distinta das cavernas e rochas à sua volta e claramente não faz parte da natureza. Entretanto, sua forma orgânica parece se misturar com a floresta e a estrutura de concreto armado se torna uma só, hamonizando-se com o entorno.

O cliente queria uma residência que fosse ocupada somente nas férias, com visitas frequentes e que fosse usada ainda por muitos anos. Qualquer que fosse o design, ele deveria co-existir com a natureza. “A existência da estrutura depende do poder de resistir à natureza”. A clara distinção entre os espaços (natureza X estrutura) fez a residência evoluir para um abrigo – a casa seria abrigada pela natureza e utilizaria os recursos que a mesma pudesse oferecer.

Karuizawa está situada em uma região de clima rígido, com baixas temperaturas e alta umidade. Como resultado, as casas na mesma área – com tradicionais estruturas e construções – estão enfrentando graves problemas de deterioração. Considerando estes fatos, o arquiteto teve a ideia de uma grande estrutura que flutua sobre o chão, construída com concreto armado.

Ao observar que vilas nas áreas próximas possuíam residências que não eram utilizadas há muitos anos, Kotaro Ide tentou evitar o uso de estruturas tradicionais e materiais usados nessas construções. O uso de concreto armado na residência ajudou a protegê-la da alta umidade e do frio.

O exterior da casa – estrutura em forma de concha – possui acabamento com selante para concreto, contrastando com o verde da paisagem. Um deque de madeira foi feito no pátio, enquanto um pequeno anfiteatro foi criado no centro da casa, ao redor de uma árvore adulta. Grandes aberturas de vidros duplos permitem a vista ininterrupta da natureza de dentro da residência.

O interior da residência se baseia no mesmo estilo do exterior, no qual as paredes curvas e não alinhadas fazem parte do projeto. Todos os móveis foram projetados para se adequarem ao design da estrutura, proporcionando beleza e conforto.

Assoalho de cerejeira é usado por toda a casa, em alguns móveis é utilizado o carvalho, constrastanto com o piso. Como as paredes são curvas, móveis que não fossem detalhadamente planejados poderiam não se encaixar.

Os espaços de convívio estão localizados na parte inferior, enquanto os espaços privados – como os quartos – estão localizados no andar superior.

Um sistema de aquecimento do piso faz com que a perda de calor seja minimizada, o que facilita a criação de grandes aberturas. Este sistema de aquecimento funciona como um bloqueador do ar frio, possibilitando a apreciação da natureza através de grandes aberturas. O sistema se integra com a arquitetura também: ” O controle central do sistema faz com que todos os equipamentos mecânicos e elétricos sejam administrados através de três botões. Ainda, o sistema biométrico de fechamento e segurança reduz a ansiedade e stress da administração da casa. “

Sobretudo, a residência tem um projeto simples e estético, que combina perfeitamente com a paisagem tradicional japonesa, criando um balanço entre a  estrutura feita pelo homem e a natureza.

O projeto despendeu mais de dezoito meses para a sua confecção e dois anos e meio para ser concluído.

Ficha técnica

Arquiteto:  Kotaro Ide // ARTechnic Japan
Local:  Karuizawa, Nagano // JAPÃO
Tipo de projeto:  Residência privada
Assistentes: Moriyuki Fujihara, Ruri Mitsuyasu, Takashi Mototani, Kenyu Fujii
Colaborador: Manami Ide (designer dos metais customizados)
Engenheiro estrutural: Naomi Kitayama / NAO
Engenheiro mecânico: Hiroshi Nakayama / TNA
Engenheiro elétrico: Jyunetsu Satou / EPS
Contratante: Kenji Kusunoki / GIKAKU
Data de término:  2008
Estrutura:  Concreto armado
Área do terreno:  1,171 m2
Área total dos pavimentos:  329 m2
Fotografia:  Nacasa & Partners Inc.

Referência

Yatzer

Thiago Hiroshi Arasaki

Arquiteto e urbanista formado pela Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC, escreve artigos sobre o tema no Nipocultura.

All stories by : Thiago Hiroshi Arasaki
1 comentário

Leave a Reply