Tanabata Matsuri [七夕祭り] | As tradições e costumes

Tanabata Matsuri [七夕祭り] | As tradições e costumes

150 150 Haruna

http://flickr.com/photos/studiocurve/24225315/sizes/o/

Durante o Festival Tanabata é costume escrever pedidos em tiras de papéis coloridos (tanzaku) [短冊] e amarrá-los em ramos de bambus (sasa no ha) [笹の葉], que simbolizam a purificação. A tradição diz: “olhe para o céu e escreva o seu pedido“. Se os pedidos forem do fundo do coração, eles serão atendidos pelo casal de estrelas apaixonadas, como uma forma de gratidão pela dádiva recebida.







A festividade chinesa kikkouden [乞巧奠] trouxe para o povo japonês a tradição do tanzaku. Segundo a teoria chinesa dos cinco elementos, Gogyousetsu [五行説], as cores do tanzaku se definem em vermelho (força e coragem), verde (esperança), amarelo (prosperidade), branco (paz) e preto (esforço e concentração).

A lenda diz que todos os desejos depositados nos papéis, são atendidos no momento mágico do encontro entre Orihime e Hikoboshi.

Além dos tanzaku, existem outros enfeites feitos de origami [折り紙], os quais possuem,  cada qual, seus significados especiais na tradição do Tanabata:

Kamigoromo [紙衣] (quimono de papel) – Simboliza a melhoria dos dotes de costura;

Orizuru [折づる] (tsuru) – Simboliza a saúde e longevidade para a família;

Hoshikazari [星飾り] (enfeites de estrelas) – Que todos os desejos alcancem as estrelas;

Orihime e Hikoboshi – Que o amor dure eternamente;

Tanzaku [短冊] (tiras de papéis retangulares) – Que os desejos se realizem e ocorram melhorias na caligrafia;

Fukinagashi [吹流し] (fios) – Simboliza os fios da tecelagem da Orihime;

Hishikazari [菱飾り] (pontes) – Simboliza a ponte da Via Láctea;

Ami [網] (rede) – Que tenha sucesso na pesca e fartura na suas mesas;

Kaikazari [貝飾り] (enfeites de conchas)- Que receba as farturas do mar;

Kuzukago [屑籠] (cesto de lixo) – Simboliza a limpeza.

Existe também uma canção tradicional de Tanabata, que é cantada pelas crianças durante as festividades:

笹の葉 さらさら
軒端にゆれる
お星様 キラキラ
金銀砂ご

Sasa no ha sara-sara
Nokiba ni yureru
Ohoshi-sama kira-kira
Kin Gin sunago

A tradução da canção é algo como: “As folhas de bambu murmuram, balançando as suas pontas. As estrelas brilham, como grão de areia de ouro e prata.”

Por fim, ao término da festividade, os ramos de bambus com enfeites e tanzaku, são queimados e assim, mandados para as estrelas.

Referências:
http://www.jishujinja.or.jp/tanabata/kazari/index.html
http://www.tanabatank.co.jp/tanabata.php
http://www.sendaitanabata.com/
http://www.origami-club.com/

Haruna

Haruna Koide, japonesa nata e nutricionista. Tenho um enorme fascínio pela culinária da minha terra, assim, através do NIPOCULTURA, pretendo difundir os prazeres da arte milenar japonesa, mostrados a partir da culinária, uma gastronomia exemplar e única.

All stories by : Haruna
2 Comentários

Leave a Reply