A alma do povo japonês | Ideologias éticas chinesas

A alma do povo japonês | Ideologias éticas chinesas

150 150 Iochihiko Kaneoya

Confúcio

A principal entre elas foi o sistema ético fundado pelo chinês Confúcio (Kung Fon Tzeu) no séc VI a .C. Contemporâneas ao confucionismo, as idéias de Lao-Tsé (604 a 527 a.C.) e Mencius (Meng-Tzu) (372 a 289 a .C.), principal divulgador do confucionismo, também influíram grandemente na formação do pensamento japonês. Para o confucionismo a base da felicidade humana é a família e a sociedade harmônica. Sociedade e família devem ser regidas pelos mesmos princípios: os governantes precisam ter amor como os pais, e os filhos devem cultivar a reverência e o respeito. Deve-se ainda cultuar os antepassados com o mesmo amor dedicado aos pais vivos.







Entre os ocidentais os aspectos mais conhecidos da doutrina de Confúcio são o I Ching – o livro das mutações, que aborda questões metafísicas e o Feng Shui, conjunto de definições sobre como ocupar casas e edifícios.

O confucionismo prega como doutrina:

  1. obediência ao governo;
  2. obediência aos pais;
  3. obediência da mulher ao marido;
  4. obediência dos moços aos mais velhos;
  5. e do mútuo respeito entre os semelhantes.

De regras morais:

  1. Benevolência
  2. Justiça
  3. Sentido da propriedade
  4. Sabedoria
  5. Honestidade.

Iochihiko Kaneoya

Formado em Direito e mestrando em cultura japonesa pela Universidade de São Paulo - USP. Pesquisador da cultura japonesa.

All stories by : Iochihiko Kaneoya
1 comentário
  • É sempre interessante conhecer mais sobre as diferentes religiões. Continuem escrevendo matérias sobre o assunto!

Leave a Reply